BRUNO FERREIRA

Venda quente de isopor memória mole (...)

19 de Fevereiro - 21 de Março

 

"Venda quente de isopor memória mole cor impressão para meninas de plutônio chaveiro pingente modelo brinquedo alimento espremendo gadget para diversão atacado”​ é composto por esculturas feitas em gesso e pvc, reproduzidas a partir de peças pré-fabricadas de isopores, utilizados para proteção de mercadorias.

O título do trabalho é uma tradução automática apropriada de um site chinês de varejo on-line, onde compram-se produtos geralmente em grandes proporções, transportados por contêineres em navios cargueiros, e que nem sempre correspondem exatamente ao que fora anunciado.

No conjunto exposto na vitrine, sobressaem-se outras correspondências falhas: lapsos formais entre as peças expostas, os isopores utilizados como moldes e os objetos que eles protegiam em suas caixas. Após a perda dos referentes mundanos de tais objetos, restam os índices de uma série de humores expressos pela sequência de palavras: modelo, espremendo, mole.

Por outro lado, ​"Venda quente de isopor memória mole (...)" ​não deixa de tecer um comentário sobre a natureza inerente a esses artefatos, que se assemelham a uma espécie de rocha ou fóssil, cujas marcas constitutivas se manifestam através de planos arredondados e linhas ortogonais, reconhecíveis em objetos produzidos pela indústria moderna.

Já as substâncias viscosas que escorrem de seus orifícios sugerem outra face mais libidinosa da indústria manufatureira, aquela que só se manifesta através de um excesso perturbador que atormenta e revigora.